13.11.2017 às 18h

Atibaia vence etapa regional do Prêmio Itaú-Unicef

Parceria entre OSC Curumim e EMEF Walter Engrácia
ganharam mais R$ 20 mil cada e concorrem à etapa nacional

Na primeira vez em que Atibaia chegou a final do Prêmio Itaú-Unicef, ela venceu! Na última quinta-feira (9), aconteceu a premiação da etapa regional do concurso e o município garantiu o prêmio de melhor escola de micro-porte da região de Ribeirão Preto. A “EMEF Prefeito Walter Engrácia de Oliveira”, em parceria com a OSC Fraternidade Universal Projeto Curumim agora são finalistas da etapa nacional do Prêmio Itaú-Unicef com o projeto “Estação Criança”.

Atibaia foi, pela primeira vez, uma das 96 cidades finalistas e está entre os 26 municípios vencedores da etapa regional do 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef. O concurso, que tem o tema “Educação Integral: Parcerias em Construção”, busca identificar, reconhecer e estimular parcerias entre organizações da sociedade civil (OSCs) e escolas públicas no desenvolvimento de projetos socioeducativos que contribuam com as políticas públicas de educação integral para crianças, adolescentes e jovens em condições de vulnerabilidade socioeconômica.

A EMEF Walter Engracia e a OSC Fraternidade Universal Projeto Curumim já garantiram cada uma R$ 10 mil por ser finalista da etapa regional e, agora, ganharam mais R$ 20 mil (cada) por ter vencido. A escola e a OSC estão concorrendo a R$ 100 mil na final nacional do prêmio.

A premiação aconteceu em São Paulo, com a com a presença da Fundação Itaú-Unicef, do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e do Centro de Estudos e Pesquisas (Cenpec).

Projeto Estação Criança

A escola municipal Walter Engrácia recebeu o prêmio com o Projeto Estação Criança, realizado em Caetetuba, de forma conjunta, que ofereceu, ao longo de 2016, atividades em período integral na antiga estação ferroviária de Caetetuba. Foram atendidas cerca de 130 crianças da comunidade, sendo aproximadamente 70 da escola Walter Engrácia e o restante de outras escolas da região. O projeto é executado por meio de Chamamento Público realizado pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SADS), da Prefeitura da Estância de Atibaia.

Entre as atividades promovidas pela OSC Fraternidade Universal Projeto Curumim, selecionada para executar o projeto por meio de chamamento público, estiveram: horta, jardinagem, espanhol, xadrez, biblioteca social, pequenos artesanatos, leitura, leitura para desenvolvimento cognitivo, atividades com materiais reciclados, entre outras atividades socioeducativas. Já as inscrições para ingressar no projeto foram feitas pelo CRAS Caetetuba, com divulgação nas escolas do entorno.

A secretária de Educação de Atibaia, Márcia Bernardes, ressalta que além da participação direta dos alunos atendidos, o projeto tem a atuação de professores, educadores, pedagogos e diretoria. “Estamos muito orgulhosos porque essa é uma escola que sempre soube abraçar a comunidade. Com o projeto, foram oferecidas inúmeras oportunidades de crescimento e dignidade à população de Caetetuba e região, uma iniciativa capaz de transformar a realidade das pessoas”, diz.