19.01.17 às 20h

Museu de Atibaia participa do “Museum Selfie Day”

Na quarta-feira (18), o Museu Municipal “João Batista Conti” participou da ação “Museum Selfie Day!”. A iniciativa, criada nas redes sociais em 2014, sugere que o visitante faça uma selfie em algum museu, de qualquer parte do mundo, e poste em mídias sociais com a hashtag “#MuseumSelfie”.

Em Atibaia, quem visitou o museu, que é do ano de 1836, pôde tirar as fotos na sala de exposições temporárias, que atualmente recebe a mostra “Faces de Maria”.

A ação teve como objetivo divulgar esses espaços culturais nas redes sociais e mostrar ao público – principalmente aos jovens – que os museus são ambientes divertidos, atraentes e conectados com as novas mídias.

Mostra “Faces de Maria”

Desde outubro de 2016, mês do 300º aniversário da aparição da Imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do rio Paraíba em 1.717, está aberta ao público no Museu Municipal de Atibaia a exposição “Faces de Maria”. A curadoria é das próprias funcionárias do museu.

Além de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, a exposição também apresenta outras iconografias de Nossa Senhora, como a do Rosário, que é de grande devoção dos grupos de congadas de Atibaia; Nossa Senhora das Graças, de Fátima, Desatadora dos Nós, da Luz, das Dores e tantas outras que fazem parte dos acervos do Museu e da Igreja Matriz de Atibaia.

As imagens são de diversos materiais como: cerâmica, madeira, barro, gesso e resina, e foram feitas pelas mãos de vários artistas conhecidos na região e internacionalmente.

O Museu Municipal “João Batista Conti” fica na Praça Bento Paes.

A visitação é gratuita e pode ser realizada de terça-feira a domingo, das 11h30 às 17h30.

Mais informações pelo telefone (11) 4412-7153 ou pelo e-mail museu@atibaia.sp.gov.br .

19.01.17 às 11h

Nova empresa poderá assumir transporte público da cidade

A Sancetur – Santa Cecília Turismo – empresa sediada em Paulínia, poderá ser a nova empresa responsável pelo transporte coletivo de Atibaia, com uma tarifa R$ 0,10 menor do que a que está sendo cobrada atualmente.

A proposta da empresa, no valor de R$ 3,60, foi apresentada na última terça-feira, dia 17, durante a sessão pública do processo aberto pela Prefeitura para contratação, de forma emergencial, de concessionária do transporte público para substituir a Viação Atibaia São Paulo Ltda.,  que opera no município com uma tarifa atual no valor de R$3,70.

Entenda o caso

A empresa Viação Atibaia São Paulo Ltda assumiu a responsabilidade pelo transporte público coletivo urbano de Atibaia em meados de 1980, operando com contrato emergencial em certo períodos e como vencedora da concorrência pública nos últimos tempos.

O último contrato de concessão teve início em julho de 2006, com prazo de dez anos, expirando em julho de 2016.

Nos termos do edital da licitação a empresa poderia renovar o contrato por mais 10 anos, mas não houve consenso entre a empresa e a Prefeitura e o contrato não foi renovado, porém a Viação Atibaia ainda continuou prestando os serviços de transporte amparada em ordem judicial expedida em caráter liminar, que foi revogada recentemente.

Para evitar interrupção dos serviços a Prefeitura abriu processo para contratação emergencial de outra empresa, sendo habilitada a Sancetur.

A Administração Municipal deverá concluir com brevidade os ajustes técnicos determinados no ano passado pelo Tribunal de Contas e abrir novo processo licitatório para contratação definitiva de nova empresa concessionária responsável pela operacionalização do sistema nos próximos dez ou vinte anos.

19.01.17 às 11h

Abertas inscrições para o 37º Torneio dos Trabalhadores

Já estão abertas as inscrições para o 37º Torneio dos Trabalhadores de Atibaia, importante competição esportiva da cidade promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer. Para a edição deste ano, os atletas disputarão o Troféu “Edison Álvaro Camilo”.

As empresas interessadas podem se inscrever até a próxima quinta-feira, dia 26 de janeiro, na Secretaria de Esportes e Lazer. No local, a empresa deve preencher a Ficha de Inscrição por modalidade e apresentar um cheque caução.

Caso não tenha nenhuma ausência nos jogos, o cheque retornará integralmente para a empresa, sendo que a participação no torneio é gratuita.

Os atletas inscritos poderão competir nas seguintes modalidades: atletismo, basquete, biribol, bilhar, bocha, damas, dominó, futebol, futsal, futebol society, futevôlei, handebol, natação, pebolim, tênis de mesa, truco, voleibol, vôlei de areia e xadrez.

No dia 1º de fevereiro (quarta-feira) está previsto um Congresso Técnico para esclarecimentos gerais, às 19h, na sede da Associação Comercial e Industrial de Atibaia (ACIA), localizada na Rua José Pires, nº 239, Centro.

O Torneio dos Trabalhadores de Atibaia reúne funcionários-atletas de diversas empresas locais e tem como objetivo promover a integração entre os próprios colegas de trabalho.

Na última edição, em 2016, 50 empresas se inscreveram no torneio, totalizando cerca de mil atletas participantes.

A Secretaria de Esportes e Lazer fica na Rua Bruno Sargiani, n° 100, Vila Rica. Mais informações pelo telefone 4414-2270 ou pelo e-mail esportes@atibaia.sp.gov.br .

19.01.17 às 10h

Atibaia zera índices de evasão escolar e de reprovação nas escolas municipais

No ano de 2016, a Educação de Atibaia fechou o ano letivo com dois importantes resultados: índice zero de evasão escolar e índice zero de reprovação nas escolas municipais. Ou seja, nenhum aluno matriculado na rede municipal de ensino abandonou os estudos ou repetiu de ano.

De acordo com a secretária de Educação, Márcia Bernardes, o índice zero de evasão escolar é resultado de um projeto desenvolvido na Secretaria Municipal de Educação chamado “Nenhum a menos”, que tem como objetivo realizar diversas ações para incentivar o aluno a frequentar a escola e conscientizar a família sobre a importância dessa ação.

Além disso, as escolas municipais contam com a supervisão da Secretaria de Educação para acompanhar regularmente a frequência de todos os alunos da rede, tomando as providências necessárias quando a assiduidade é considerada baixa.

Já com relação à repetência, Atibaia adota um sistema de progressão continuada oferecendo todo o suporte de recuperação paralela e contínua para que os alunos com defasagem de aprendizagem possam dar sequência aos estudos.

Desde 2013, todas as escolas municipais contam com aulas de reforço e isso contribuiu para que a rede municipal de ensino zerasse os índices de reprovação.

O prefeito Saulo Pedroso explica que a Prefeitura vem trabalhando desde 2013 para atingir esses resultados, e foi a partir do ano de 2014 que esse objetivo foi concretizado.

De acordo com o chefe do Executivo, além de beneficiar os alunos, que conseguem obter uma aprendizagem efetiva, esses dados influenciam nos resultados do IDEB, IOEB e IDH (índices de avaliação) do município, fazendo com que Atibaia seja hoje referência nacional na área da Educação.

Para o ano de 2017, o ano letivo tem início no dia 6 de fevereiro com atividade de acolhimento para os alunos e familiares.

Nesse período de recesso escolar, as unidades escolares estão recebendo serviços de roçada, jardinagem, limpeza externa e dedetização, preparando o ambiente para receber os funcionários e alunos no retorno às aulas.

18.01.17 às 18h

Em Brasília, prefeitura busca recursos para o “Moderniza Atibaia”

Nesta quarta-feira (18), o prefeito Saulo Pedroso se reuniu, em Brasília, com o coordenador geral de Financiamentos Externos da Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Marcelo Moisés de Paula, em busca de recursos junto à União para viabilizar o Programa de Desenvolvimento Urbano do Município de Atibaia, denominado “Moderniza Atibaia”, que visa melhorar a infraestrutura urbana de uma maneira ampla, com investimentos no setor de saneamento, mobilidade e urbanismo, prevenção de alagamentos em bairros estratégicos e obras de pavimentação e revitalização.

O chefe do Executivo fez a apresentação do programa ao coordenador e ao grupo técnico da Comissão de Financiamentos Externos (COFIEX), órgão colegiado integrante do Ministério responsável pela avaliação de projetos cuja matriz de financiamento conta com recursos externos, oriundos de organismos financeiros internacionais de desenvolvimento multilaterais ou bilaterais.

Atibaia foi a primeira cidade do país a apresentar um projeto conforme as novas prerrogativas da COFIEX publicadas no último dia 13 de janeiro, na Resolução n° 1, que estabelece critérios de avaliação e classificação dos programas e projetos com base no impacto deles ao desenvolvimento econômico do país.

Entre os critérios definidos pelo COFIEX estão: capacidade de pagamento; trajetória e nível de endividamento; análise do programa/projeto; prioridade setorial; e Índice de Desenvolvimento Humano – IDH. Em todos os critérios Atibaia foi bem avaliada, alcançando pontuação máxima em alguns quesitos e boas notas nos demais.

Durante a apresentação, para comprovar o atendimento dos critérios da COFIEX, o prefeito expôs índices e dados do município, como: população estimada (IBGE 2016) de 138.449 habitantes; área de 478,101 km²; densidade demográfica de 289,58 hab./km²; IDH (2010) de 0,765; evolução do PIB, que aumentou de R$ 3.709.727,00 em 2010 para R$ 5.420.788,00 em 2014 (preços correntes), o PIB mais alto da região; PIB per capita (preços correntes 2014) de R$ 41.061,29, também o mais alto da região; índice de cobertura da rede de esgotamento sanitário (2015) de 49,94%; índice de abastecimento de água (2015) de 90,80%; índice de coleta de lixo domiciliar (2015) de 80,00%; e frota de veículos (2015) de 101.801 veículos.

Para atendimento dos critérios estabelecidos pela COFIEX, também foram enumerados pelo prefeito os dados financeiros de Atibaia, com a demonstração da condição econômica do município e a previsão de orçamento e despesas.

Além disso, foram apresentados os indicadores dos serviços oferecidos atualmente pela Prefeitura com a expectativa de evolução após as obras do programa “Moderniza Atibaia”.

Segundo o projeto, a estimativa (projeção) é de que dobre a oferta de água tratada no município; que a extensão de vias pavimentadas, hoje com cerca de 4 milhões de m², praticamente duplique, aumentando para quase 8 milhões de m²; que a redução das áreas alagadas em decorrência de obras de canalização de córregos seja equivalente a uma área de 1 milhão de m² (projeção de redução de uma área atual de 8 milhõs de m² para uma área de cerca de 7,5 milhões de m²); e que o número de imóveis afetados pelas inundações diminua em 700 unidades (reduzindo de 1.000 para 300, conforme projeção).

O valor do programa é de mais de US$ 60 milhões de dólares, sendo 50% dos recursos oriundos de fontes externas, via Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (FONPLATA), e 50% de fontes internas, com recursos próprios da Prefeitura da Estância de Atibaia.

Como sua contrapartida nos investimentos, a Administração Municipal pode apresentar obras de infraestrutura já em andamento no município, como as de drenagem, pavimentação, rede coletora de águas pluviais, sinalização e passeios com acessibilidade do Pró-Transporte “Setor I”, na região do Piqueri (Jd. Do Lago, Jd. Paulista, Maristela II, etc), “Setor II”, na região de Caetetuba (Jd. Imperial, Jd. Colonial, Chácaras São Pedro, etc) e “Setor III”, na região de Brotas (Jd. Maristela, Recreio Maristela, Alvinópolis II, etc), obra de revitalização da entrada da cidade pela Av. Jerônimo de Camargo (Fase I e II) e de revitalização da Al. Lucas Nogueira Garcez (1ª Etapa); além de obras de saneamento também já em andamento, como a ampliação e reforma da Estação de Tratamento de Água Central e execução de redes de distribuição de água no município.

A proposta prevê que os recursos do financiamento pleiteado pela Prefeitura junto ao Governo Federal sejam investidos na conclusão dessas obras já em andamento em Atibaia e também na execução de outras obras de infraestrutura, como a duplicação da Av. Jerônimo de Camargo, e de saneamento, como a canalização do córrego da Figueira (Fases I, II e III) e canalização do córrego Ana Pires.

Em abril deve acontecer nova reunião da COFIEX para deliberação ou não da aprovação do projeto de Atibaia. Em caso positivo, o programa será submetido à aprovação do Senado Federal. Somente após a apreciação favorável dos senadores o programa poderá ser iniciado.

O Programa “Moderniza Atibaia”

O prefeito lembra que Atibaia tem crescido muito nos últimos anos e, para acompanhar o desenvolvimento do município, o Poder Público teve que intensificar o volume de investimentos para garantir melhorias em infraestrutura e na qualidade de vida da população.

Por isso, o programa “Moderniza Atibaia” foi elaborado com o objetivo de regularizar o abastecimento de água tratada à população, elevando a oferta e a qualidade da água potável distribuída; proporcionar maior segurança contra inundações nos períodos de chuva nos principais córregos da cidade; e gerar melhores condições de mobilidade urbana com a modernização do sistema viário para veículos, ciclistas e pedestres, e implantação de equipamentos de acessibilidade.

A expectativa da Administração Municipal é que a viabilização dos investimentos e consequente execução do programa beneficie, de forma direta e indireta, toda a população de Atibaia, com melhorias previstas para todas as regiões da cidade, principalmente os bairros Jardim dos Pinheiros, Jardim Ypê, Ressaca, Loanda, Jardim Tapajós, Parque dos Coqueiros, Morumbi, Samambaia, Terceiro Centenário, Parque das Nações, Vila Carvalho, Vila Rica, Vila dos Netos, Jardim Paulista, Jardim do Lago, Atibaia Jardim, Vila Giglio, Estância Lynce, Jardim das Cerejeiras, Jardim Imperial e Caetetuba.

Nota atualizada dia 20, às 18h

18.01.17 às 11h

Prefeito de Caconde visita Atibaia para conhecer o P.A.I

O prefeito Zé Bento, da Estância Climática de Caconde, acompanhado de assessores, esteve nesta terça-feira (17) na Secretaria de Saúde de Atibaia.

O motivo da visita foi conhecer o P.A.I – Programa de Assistência Integrado da Prefeitura, reconhecido na região pelos bons resultados obtidos com o transporte sanitário e atendimento aos munícipes que fazem uso do sistema.

O programa P.A.I compreende o atendimento diário de pacientes que não têm condições de locomoção e necessitam de transporte, mas não estão em casos de urgência ou emergência.

Os veículos são novos e adaptados para portadores de deficiência, equipados com ar-condicionado e importantes itens de segurança para oferecer um serviço com mais conforto e segurança aos usuários.

Além do prefeito daquela cidade, também participaram da reunião o chefe de Gabinete da Prefeitura de Caconde, João Henrique; o chefe de Gabinete da Prefeitura de Atibaia, representando o prefeito Saulo Pedroso, Luiz Benedito Roberto Torricelli; e a secretária de Saúde, Maria Amélia Sakamiti Roda.

Pacientes com consultas agendadas na rede pública de saúde de Atibaia podem solicitar o serviço na central de agendamentos, na Rua Bruno Sargiani, 100, Vila Rica.

Mais informações pelo telefone da Secretaria de Saúde: 4414-2220.

 

18.01.17 às 10h

Rede de distribuição de água irá chegar ao Belvedere

O projeto da Prefeitura e SAAE de levar água a 100% da área urbana continua em andamento. A rede de abastecimento será expandida para o bairro Belvedere I e II, com previsão de beneficiar um total de 512 unidades.

A ordem de serviço foi dada na terça-feira, dia 17, e a empresa responsável (vencedora da licitação), TAG Infraestrutura e Construções Eireli – ME, começa agora o projeto executivo (a ser realizado em até 45 dias) para, na sequência, as obras serem iniciadas (previsão para primeira quinzena de março).

A expansão da rede de água no bairro representa um investimento de R$ 2.048.776,04. A obra será acompanhada pela Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente. A SAAE irá fiscalizar os serviços em conjunto com a secretaria.

Outros bairros

A chegada da água no Belvedere vem na sequência de um trabalho realizado no bairro do Portão, Vila Priscila, Vila Gibim e região do Tanque. Na Vila Priscila, os serviços estão em fase de conclusão, sendo que mais de 60 casas já estão abastecidas.

As obras de expansão da rede (Belvedere) contam com verba do Orçamento Geral da União – OGU. Os serviços já realizados nas regiões do Portão (Vila Priscila e Gibim) e Tanque foram feitas com recursos do próprio município.

O parâmetro para implantar novas ligações na rede, utilizado pela SAAE, leva em conta o número de residências cadastradas nos serviços de coleta de lixo.

Assim que ligar todos os registros nos bairros Vila Priscila e Belvedere, a Prefeitura e a SAAE irão somar 136 bairros e/ou loteamentos atendidos pelo sistema de distribuição de água, o que representa 90% da área urbana.

18.01.17 às 07h

PEA e produtores rurais se reúnem para formalização de cooperativa agrícola

Na manhã da quinta-feira (12), produtores rurais, representantes do Sebrae-SP, do Instituto de Cooperativismo e Associativismo da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), do Sindicato Rural de Atibaia, de um escritório de contabilidade e colaboradores da Secretaria de Agropecuária e Abastecimento da Prefeitura de Atibaia se reuniram para debater a criação de uma cooperativa agrícola do município e região.

A reunião teve como objetivo formalizar os trâmites e discutir sobre o trabalho feito por uma cooperativa, as escolhas da mesa diretora, o estatuto e outros procedimentos pertinentes ao processo.

Segundo o engenheiro agrônomo da Prefeitura, Marcos Albertini, a iniciativa partiu dos produtores rurais, que procuraram a Secretaria para esclarecer e solicitar apoio no processo.

“A Prefeitura de Atibaia e o Sebrae-SP estão participando desde a primeira reunião, visando alavancar a criação da cooperativa. Desde então, foram sendo agregados outros órgãos para fortalecer o apoio a esses produtores”, afirmou.

O secretário de Agropecuária e Abastecimento de Atibaia, que também é produtor de morangos na cidade, Mario Inui, destacou a importância dessa iniciativa por parte dos agricultores e terceiro setor.

“Pela primeira vez estamos vendo uma iniciativa dessa acontecer entre os produtores e o terceiro setor e isso é muito gratificante. Certamente ofereceremos o respaldo e apoio necessários para que a cooperativa seja criada, beneficiando a todos de maneira geral, tanto na produção quanto na distribuição do produto final, que passará a ter ainda mais qualidade”, afirmou.

Mario Inui ressaltou também que o objetivo é organizar os produtores para que juntos possam se fortalecer diante do mercado e poder ter facilidades na compra de insumos agrícolas e desenvolvimento técnico. “Além disso, dará possibilidade à cooperativa de ampliar a comercialização de frutos, verduras, legumes, grãos, entre outros”, concluiu o secretário.

17.01.17 às 20h

Conselho da Cidade realiza a 76ª reunião ordinária

Com a presença de autoridades locais, conselheiros, secretários municipais e outros membros do governo, além de representantes da sociedade civil, foi realizada na noite desta terça-feira (17), no auditório do Fórum Cidadania, a 76ª reunião ordinária do Concidati – Conselho da Cidade de Atibaia.

Os trabalhos foram presididos pelo secretário de Urbanismo e Meio Ambiente, Alcides Ribeiro.

Na ocasião, depois da aceitação da Ata da reunião anterior, foi discutida a aprovação da nova Lei de Regularização de Edificações, com solicitação de prorrogação de prazo para mais 365 dias (01 ano). Após apresentação da pauta e possibilidade para manifestação dos presentes, a prorrogação do prazo da Lei 721/2015, de 30 de dezembro de 2015, teve aprovação unanime.

Na reunião do Concidati desta noite também foram discutidos assuntos relacionados à regulamentação da Lei  nº 13.204/2015, que institui normas gerais para as parcerias entre a administração pública e organizações da sociedade civil, em regime de mútua cooperação, para execução de atividades ou de projetos previamente estabelecidos em planos de trabalho inseridos em termos de colaboração, fomento ou em acordos cooperativos.

A título de transparência e lisura do processo relacionado ao repasse às entidades, foi destacado, na reunião, que somente no ano de 2016 mais de 53 milhões de reais foram destinados às entidades, incluindo os convênios realizados com a Santa Casa e a UPA 24 horas. Ao todo, foram 76 convênios com 35 entidades parceiras.

O Conselho da Cidade é um órgão colegiado de natureza deliberativa e consultiva e fiscalizador, de caráter permanente, que reúne representantes do poder público e da sociedade civil.

O objetivo do conselho é propor e discutir diretrizes para a formulação e implementação da política de desenvolvimento urbano e rural, acompanhar e avaliar a sua execução.

A próxima reunião do Concidati está agendada para o dia 21 de fevereiro, às 19h, no auditório do Fórum Cidadania.

 

17.01.17 às 17h

Programa de Desenvolvimento Urbano: PEA busca recursos em Brasília

Nesta quarta-feira (18) o prefeito Saulo Pedroso vai a Brasília em busca de recursos junto à União, no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, para viabilizar o Programa de Desenvolvimento Urbano do Município de Atibaia, denominado “Moderniza Atibaia”.

O programa foi elaborado com o objetivo de regularizar o abastecimento de água tratada à população, elevando a oferta e a qualidade da água potável distribuída; proporcionar maior segurança contra inundações nos períodos de chuva nos principais córregos da cidade; e gerar melhores condições de mobilidade urbana com a modernização do sistemaviário para veículos, ciclistas e pedestres, e implantação de equipamentos de acessibilidade.

Segundo a proposta, 50% dos recursos são oriundos de fontes externas, via Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (FONPLATA), e 50% de fontes internas, com recursos próprios da Prefeitura da Estância de Atibaia.

Como sua contrapartida nos investimentos, a Administração Municipal pode apresentar obras de infraestrutura e saneamento já em andamento no município, como por exemplo a obra de revitalização da entrada da cidade e de ampliação e reforma da ETA Central.

O prefeito lembra que Atibaia tem crescido muito nos últimos anos e, para acompanhar o desenvolvimento do município, o Poder Público teve que intensificar o volume de investimentos para garantir melhorias em infraestrutura e na qualidade de vida da população.

De acordo com o chefe do Executivo, o “Moderniza Atibaia” é uma iniciativa que visa melhorar a infraestrutura urbana de uma maneira ampla, com investimentos no setor de saneamento,  mobilidade e urbanismo, estando previstas ações de prevenção de alagamentos em bairros estratégicos e obras de pavimentação e revitalização.

A expectativa da Administração Municipal é que a viabilização dos investimentos e consequente execução do programa beneficie, de forma direta e indireta, toda a população de Atibaia, com melhorias previstas para todas as regiões da cidade, principalmente os bairros Jardim dos Pinheiros, Jardim Ypê, Ressaca, Loanda, Jardim Tapajós, Parque dos Coqueiros, Morumbi, Samambaia, Terceiro Centenário, Parque das Nações, Vila Carvalho, Vila Rica, Vila dos Netos, Jardim Paulista, Jardim do Lago, Atibaia Jardim, Vila Giglio, Estância Lynce, Jardim das Cerejeiras, Jardim Imperial e Caetetuba.

Etapas

Para ter a oportunidade de apresentar o programa “Moderniza Atibaia” em Brasília e pleitear os investimentos para a cidade, a Prefeitura de Atibaia teve que elaborar uma Carta Consulta e apresentá-la ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão – Secretaria de Assuntos Internacionais.

Depois de ser apresentado em Brasília, o programa “Moderniza Atibaia” será avaliado pelo grupo técnico da Comissão de Financiamentos Externos (COFIEX), órgão colegiado integrante do Ministério, que estabelece (Resolução n° 1 de 13/01/17) critérios de avaliação e classificação dos programas e projetos com base no impacto deles ao desenvolvimento econômico do país.

Entre os critérios definidos pelo COFIEX estão: capacidade de pagamento; trajetória e nível de endividamento; análise do programa/projeto; prioridade setorial; e Índice de Desenvolvimento Humano – IDH.

A previsão é de que a autorização do financiamento aconteça até o próximo mês de março, quando o programa será submetido à aprovação do Senado Federal. Somente após a apreciação favorável dos senadores o programa poderá ser iniciado.